Dr. Jorge Huberman

  >  bebês   >  Como limpar de forma correta o umbigo do bebê
O cordão umbilical é cortado no parto, mas é preciso manter a higiene do umbigo do bebê

Como limpar de forma correta o umbigo do bebê

Em meio a grande lista de preocupações e cuidados com o nenê nos primeiros dias de vida, como limpar de forma correta o umbigo do bebê é uma das que mais se destacam. Isso porque é uma parte do corpo frágil, sensível e que pode infeccionar facilmente.

O umbigo é uma cicatriz, resultante do desprendimento natural do cordão umbilical, após o nascimento. Já o cordão umbilical é o canal que liga diretamente a mãe e o bebê durante a gestação.

É por meio dele que o seu filho se alimenta, recebe oxigênio e todos os nutrientes necessários para formação e desenvolvimento dentro do corpo da mãe, até que esteja pronto para sair e crescer do lado de fora.

Após o parto, esse cordão é cortado, rompendo a ligação física entre mãe e bebê.  Do lado de fora do corpo da mãe, seu filho não precisará mais dele. Agora ele se adapta ao novo mundo e já consegue respirar através dos seus pulmões.

O que fica é um pequeno pedaço de tecido, com cerca de dois ou três centímetros, chamado de coto. Nos primeiros dias após o nascimento do bebê, o coto umbilical é úmido, brilhante e tem aspecto gelatinoso.

Essa parte do umbigo é uma pele morta que, portanto, não tem circulação sanguínea e o bebê não sente dor ou incômodo algum quando se encosta no local.

O coto escurece, seca e cai naturalmente por volta da segunda semana. Mas até lá, os pais precisam cuidar e higienizar o umbigo do bebê, garantindo que não apareça nenhuma infecção na região.

Parece uma tarefa difícil mas não é! Com as dicas certas, limpar o umbigo do seu filho não será o maior dos seus problemas. De acordo com o pediatra Jorge Huberman, se tiver dúvidas ou estiver insegura em relação a como fazer a limpeza do umbigo, peça ajuda ou consulte um médico.

Como limpar o umbigo do bebê?

Tudo deve ser feito de forma tranquila e delicada para garantir o bem-estar do bebê
Tudo deve ser feito de forma tranquila e delicada para garantir o bem-estar do bebê (Foto: Freepik)

Na hora de limpar o umbigo do bebê não se preocupe, ele não sente dor nessa região. Você precisa limpá-lo de forma delicada, é claro, mas não pense que qualquer movimento seu estará machucando o seu filho.

Nas primeiras duas semanas, antes do coto cair, é importante redobrar a atenção e o cuidado para que não haja risco de infecção. Limpe-o e seque diariamente, depois do banho e toda vez que ele estiver sujo, o que contribui para a cicatrização rápida do umbigo. 

Você deve primeiro trocar as fraldas do seu bebê e depois limpar, para que não exista o risco de sujar a região com urinas e fezes da criança, e desencadear uma infecção causada por esse descuido.

Além disso, a fralda deve ser colocada cerca de dois dedos abaixo do umbigo para evitar que o local não fique úmido nem sujo de xixi ou cocô.

Para realizar a limpeza você precisará apenas de algodão, cotonete e álcool 70%.

Com as mãos higienizadas, levante o coto com a ajuda do cotonete, espalhe o álcool no umbigo e limpe toda a região com o algodão, até sair a secreção e sujeiras. Para finalizar, seque bem o umbigo do seu bebê.

Caso seu filho comece a chorar, não se assuste! Limpar a região do umbigo não causa dor alguma ao bebê. Ele está provavelmente sentindo o o líquido gelado sobre a região.

Também não se preocupe se o local sangrar um pouco nos primeiros dias de limpeza. Isso é comum, devido ao rompimento dos vasos que se separam conforme o coto vai se soltando.

Fique atenta! Se o bebê apresentar algum desconforto ou haja secreção de cor amarelada com mau cheiro ou vermelhidão ao redor do umbigo, o pediatra deve ser consultado.  

Vermelhidões na pele, inchaço, presença de pus e cheiro fétido são alguns dos sinais que indicam infecção no coto umbilical.

O coto caiu! E agora?

Sem problemas! Uma hora ou outra você já sabia que ele cairia naturalmente. O coto umbilical costuma cair sozinho entre 7 e 21 dias de vida do bebê.

O que você precisa fazer agora é observar e continuar cuidando da região da forma correta para garantir o processo rápido e tranquilo de cicatrização.

Ainda depois da queda do coto, você não precisa ter medo ou receio de machucar o bebê quando estiver limpando o umbigo.

Além disso, você pode perceber uma leve mancha de sangue na fralda do seu filho, mas não se preocupe, é normal. Continue com a limpeza até a cicatrização completa.

Cada umbigo é diferente e você não precisa tentar mudar isso, apenas cuide
Cada umbigo é diferente e você não precisa tentar mudar isso, apenas cuide (Foto: Pixabay)

Na hora do banho use somente água e sabonete neutro para limpar o umbigo do seu filho. Após a higienização lembre-se de sempre secar a região muito bem. Se ela ficar úmida o risco de devenvolver infecções é maior. Consulte o pediatra para tirar qualquer dúvida que possa surgir durante esse processo.

Aquilo sobre usar moedas ou faixas em cima do umbigo para evitar que ele fique para fora é bobagem e pode fazer muito mal à saúde do bebê, podendo provocar graves inflamação, já que os objetos podem estar cheios de germes e bactérias.

Além disso, o local não deve ser abafado pois o umbigo precisa “respirar”. O conceito de umbigos para dentro serem bonitos e umbigos para fora serem feios é relativo e não faz diferença nenhuma quando o assunto é saúde ou bem-estar do bebê.

Prefira sempre cuidar da região com muita higiene e responsabilidade, para que não apareçam problemas futuros. A estética fica para depois.

Converse com o pediatra de sua confiança

O pediatra e neonatalogista, Dr.Jorge Huberman, em seu consultório, no Instituto Saúde Plena explica como cuidar do umbigo do bebê
O pediatra e neonatalogista, Dr.Jorge Huberman, em seu consultório, no Instituto Saúde Plena explica como cuidar do umbigo do bebê (Foto: Kesher Conteúdo/Divulgação)

É importante sempre contar com o apoio e auxílio de um pediatra de confiança desde o dia em que o bebê chega em casa até o fim do seu crescimento.

Se você perceber algo estranho durante os cuidados com o umbigo do seu filho, como vermelhidão na região, inchaço, mau cheiro, secreção amarelada ou sangramento excessivo, vá ao consultório.

Toda vez que você mamãe ou papai, tiverem qualquer dúvida em relação à saúde do bebê, aos cuidados com a pele e ao bem-estar do seu filho, o pediatra é o melhor aliado para te ajudar e te acompanhar em todas as fases do desenvolvimento da criança.

Ele vai apontar a melhor forma de lidar com cada fase e situação. Então escute com atenção as orientações e se preocupe em garantir o melhor para o seu bebê.

Para marcar uma consulta com o pediatra e neonatologista, Dr. Jorge Huberman, ligue para (11) 2384-9701.