c

Dr. Jorge Huberman

  >  adolescentes   >  Tarefas de casa: divisão e organização
Tarefas de casa

Tarefas de casa: divisão e organização

Tarefas de casa: divisão e organização. Não é um trabalho dos mais simples. Porém, hoje em dia, com a nossa rotina, a correria do dia a dia, repartir as tarefas de casa com as crianças, com os nossos filhos, pode até se tornar algo divertido.

O conceito é simples: a limpeza de casa, ajudar a lavar uma louça, a tirar o pó do nosso lar, todos esses afazeres são os primeiros passos para que nossos filhos vejam que a disciplina e a responsabilidade fazem parte da vida até mesmo de uma criança.

Normalmente, a pessoa responsável em dividir esses serviços é a mãe. Porém, é claro, esta divisão tem que ser a mais justa possível para que eles não fiquem sobrecarregados, fazendo coisas que ainda não estão acostumados.

Por isso, desde pequena, se a criança aprender cada tarefa, ser ensinada a ajudar, que é a obrigação dela fazer sua cama, deixar o seu quarto em ordem, tudo isso será revertido em benefício da própria criança. Tarefas domésticas não são, nem devem ser, obrigação somente da dona da casa. Todos devem participar, o marido, os filhos, mesmo que pequenos, devem dar a sua contribuição. Sempre é possível ajudar!

A palavra disciplina é a chave do segredo do sucesso para isso e ter senso de responsabilidade aguçado, certamente não fará mal nenhum a eles. Desde que seja feita de uma forma leve, divertida, ensinar responsabilidade para as crianças só irá fazer com que cresçam e se desenvolvam.

Quase ninguém gosta muito delas, mas tarefas domésticas são necessárias em qualquer e todo lar. Os pais não devem ligar para a pirraça das crianças, se elas fazem cara feia. Vale aqui, como sempre, o bom senso..

Disciplina é a chave do segredo para o sucesso

A palavra disciplina é a chave do segredo do sucesso para isso e ter um senso de responsabilidade aguçado, certamente não fará mal nenhum a eles.

Planejar essa limpeza, realizar um cronograma, enfim fazer com que cada um participe efetivamente, de forma alegre e consciente só vai tornar o ambiente mais descontraído, o que é bom para todos.

Responsabilidade é algo que não se delega aos outros, ou você tem ou não tem. É simples!

De acordo com uma pesquisa do IBGE, há cerca de dois anos, as mulheres usaram mais de 20 horas semanais do seu precioso tempo realizando tarefas do lar e cuidados com idosos e crianças. Os homens gastaram só metade disso.

O mesmo levantamento aponta que mais de 90% das mulheres executam estas tarefas enquanto menos de 80% dos homens o faz.

Hoje em dia, com as mulheres cada vez mais atuando no mercado de trabalho, transformar estas características é algo honesto e digno, contando, claro, com a colaboração da família na arrumação da casa, em sua limpeza, ajudando a cozinhar.

Do mesmo modo, seja o marido ou as crianças, deixar de fazer bagunça também é um grande passo rumo ao objetivo de ter tudo limpo e organizado.

Outra dica prática: enumere, dívida, as tarefas de acordo com os dias da semana em que cada uma tem que ser executada. Faça um cronograma especificando isso. Deste modo, a organização da casa ficará mais simples do que uma faxina completa e pesada em um único dia. Ai sim isso será ruim de dividir com as crianças, com os filhos, pois ficará muito pesado.

Fortaleça a responsabilidade das crianças!

Lembre-se: fortalecer a responsabilidade nas crianças não é um golpe. Trata-se somente de ensinar habilidades para a vida inteira. Crianças que não têm responsabilidades se sentem livres e imaginam que o mundo vai sempre se curvar para elas, para os seus desejos.

Responsabilidade não significa somente completar tarefas. É muito mais que isso. É também tomar atitudes, de agir, de ter orgulho de fazer isso!