Dr. Jorge Huberman

  >  crianças   >  Seu filho aprende com você: “Falou tá falado”
Reconhecer os próprios erros é fundamental para que o seu filho entenda que não existe ninguém perfeito

Seu filho aprende com você: “Falou tá falado”

A maior parte das coisas que uma criança aprende, vem de dentro de casa, com a família. Afinal, é o principal lugar em que ela descobre como se comunicar, agir e qual a melhor forma de fazer tudo isso. Dessa maneira, as crianças são verdadeiros espelhos dos pais e, justamente por isso, é preciso estar atento para perceber o que o seu filho aprende com você.

Os pais devem saber o que falar para as crianças e escutar com cuidado as conversas delas com outras pessoas. Porque eles aprendem a se comunicar com o exemplo que recebem em casa.

Se existe algo impróprio no que eles falam, significa que os modelos que estão sendo seguidos, ou seja, pais, família e quem cerca aquela criança, também estão falando coisas impróprias.

Em primeiro lugar, não se deve falar sobre todos os assuntos com os pequenos, até porque muitos deles ainda não conseguem entender todas as situações. Mas, lembre-se: seu o filho perguntar sobre uma questão difícil, não mude de assunto – isso só te afastará dele e ele não sentirá confiança em você.

Tente explicar a situação de uma forma clara e o mais fácil possível para uma criança. O modo com que se fala, faz toda a diferença no jeito que o seu filho compreende o mundo – e isso ele aprende com você.

Assuntos que envolvem preconceito e discriminação como, racismo, machismo e xenofobia, são temas delicados, mas que devem ser tratados desde o início da formação de um indivíduo. Para explicar todos esses conceitos, é preciso ter muito cuidado.

Dê alguns exemplos práticos sobre o que é preconceito e discriminação. Assim, seu filho aprenderá a identificar ações como essas e repudiá-las. Conte com a ajuda de especialistas para te mostrarem a forma mais adequada de conversar com seu filho.

Seu filho aprende com você

Vale ressaltar que as atitudes também falam muito. O pediatra e neonatologista Jorge Huberman explica que o filho é o reflexo dos pais. “Então, o comportamento dele vai ser moldado segundo com as coisas que ele escuta os pais dizendo e fazendo. Durante toda a infância, seu filho aprende com você o que é ser um adulto”, avalia.

Não é apenas a aparência física e as questões genéticas que os filhos herdam dos pais. Os princípios, os valores e até o comportamento, também entram nesse pacote. Sendo a principal figura presente na vida de uma criança, os pais precisam estar cientes de que são os maiores exemplos para seus filhos.

Como tudo é novo para a criança, ela vai aprender que a forma que você fala é o modo certo de falar. Assim como, o jeito que os pais agem e se comportam frente a determinadas situações é a forma certa de se comportar e agir. Então, cuidado!

O pediatra e neonatalogista, Dr.Jorge Huberman, em seu consultório, no Instituto Saúde Plena fala sobre o que seu filho aprende com você
O pediatra e neonatalogista, Dr.Jorge Huberman, em seu consultório, no Instituto Saúde Plena fala sobre o que seu filho aprende com você (Foto: Kesher Conteúdo/Divulgação)

Nada de “faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço”. Não adianta dizer para o seu filho o que ele deve fazer, se as suas próprias atitudes não condizem com isso. Assim como sua fala tem impacto no comportamento do seu filho, suas ações também. Portanto, ambas devem estar alinhadas!

Caso o contrário, fica difícil ajudar a criança a entender o que deve ser feito ou não, já que nem os pais são capazes de colocar o que se pede em prática. Também não faz sentido nenhum castigá-las quando fizerem algo que você disse para não fazerem, se já teve a mesma atitude.

Em alguns casos, vale conversar com psicólogos e com um pediatra, para encontrar a melhor forma de ensinar aquilo que o seu filho precisa aprender. Sempre de maneira leve e eficaz.

Reconheça e aprenda com os erros

Se você quer que os seus filhos sejam bem educados, se comportem bem e não digam coisas impróprias, esses pilares devem partir de você primeiro. Assim, você consegue transmitir ensinamentos verdadeiros e inspiradores, e mostrar ao seu filho que ele pode aprender com você.

É claro que os pais não são perfeitos. Ninguém é. Todos cometem erros e isso não vai mudar. Nesses casos, o que realmente importa é reconhecer seu erro, se desculpar e mostrar para o seu filho o que é o certo ou não a se fazer naquela situação.

Tão importante quanto dar bons exemplos, é reconhecer quando tomamos uma atitude equivocada, pedir desculpas, e pontuar o que não deve ser feito. Se os pais admitem que erram, a criança também se permite errar e consegue aprender com isso.

Dessa forma, seu filho começa a entender sobre uma das atitudes mais nobres da vida: o perdão, já que, assim como ele, uma hora ou outra todos nós acabamos cometendo erros. Entender o ato de perdoar e dar a segunda chance, é a chave fundamental para manter boas relações com as pessoas.

Os pais são o principal exemplo desde os primeiros dias de vida das crianças
Os pais são o principal exemplo desde os primeiros dias de vida das crianças (Foto: Freepik)

5 dicas para conviver com o seu filho e ser exemplo

As crianças seguirão o seu exemplo muito mais do que o seu conselho. Faça boas escolhas, pense antes de falar e crie um ambiente saudável, para que ele entenda que pode desabafar com você quando precisar, sabendo que terá uma resposta confiável e uma direção correta sobre o que fazer.

Os pais são as primeiras pessoas que o filho vai ouvir, olhar e se inspirar para moldar o próprio caráter e comportamento. As crianças são um espelho dos próprios pais. Um reflexo de todas as falas e atitudes aprendidas em casa.

A principal forma de educar é por meio do exemplo, e existem algumas dicas que podem te ajudar nessa missão!

  1. Bons costumes

Desde pequeno, ensine seu filho sobre os valores que sua família tem. Fale sobre quais princípios devem ser seguidos, para que a criança aprenda o que é certo e errado. Assim, ela constrói o caráter.

  1. Faça o que eu faço!

Por meio de atitudes, mostre ao seu filho ações, posicionamentos e comportamentos corretos a serem tomados em determinadas atitudes. Faça com ele o que você gostaria que ele fizesse com você.

  1.  Escuta ativa

Escute o que o seu filho tem a dizer e valorize os sentimentos dele. Quando a criança se sente ouvida e respeitada, ela aprende a fazer o mesmo com as outras pessoas.

O diálogo entre pais e filhos é fundamental para a transmissão de valores e a criação de um ambiente seguro e confortável
O diálogo entre pais e filhos é fundamental para a transmissão de valores e a criação de um ambiente seguro e confortável (Foto: Freepik)
  1. Porto seguro

Quando os pais criam o hábito de conversar com a criança, eles se aproximam e propiciam um ambiente confortável de diálogo. Assim, a criança sente confiança para se abrir e desabafar. Essa relação permite que pais e familiares dêem conselhos e que os filhos escutem.

  1. Todo mundo erra

Reconhecer os próprios erros é fundamental para que o seu filho entenda que não existe alguém perfeito. Além disso, você pode ensinar o que não deve ser feito.

Para marcar uma consulta com o pediatra e neonatologista Dr. Jorge Huberman, ligue para (11) 2384-9701.