Dr. Jorge Huberman

  >  bebês   >  Quando cortar o cabelo do bebê?
Saiba quando realizar o primeiro corte de cabelo do bebê

Quando cortar o cabelo do bebê?

Quando cortar o cabelo do bebê é uma das dúvidas mais frequentes dos pais de primeira viagem, especialmente por ser considerado um marco na vida da família. Mas o que poucos sabem é que não existem regras para este momento, afinal, isso não afeta o desenvolvimento ou a saúde da criança. No entanto, é necessário identificar quando as mechas começam a incomodar a região dos olhos do seu filho.

Até os 6 meses de vida, a estrutura dos fios do bebê são comparáveis aos pelos do braço de um adulto, porque “servem para manter o bebê aquecido já que a cabeça é o maior órgão do corpo e o que mais dispersa calor”, afirma.

Em razão disso, é comum notar uma frequente queda dos fios nesta fase, especialmente devido à fragilidade do organismo. Por esse motivo, é importante identificar com maior cuidado a necessidade do corte de cada criança ou acompanhar a troca de fios.

Em alguns casos, aqueles que desenvolvem maior quantidade de cabelos nos primeiros meses de vida, costumam cortá-los entre o 5º e o 6º mês de vida. Neste período, a região do pescoço e da cabeça já possuem firmeza para deixar as crianças confortáveis e seguras para um corte.

No entanto, outros pequenos demoram um pouco mais para ver o cabelo crescer. Em alguns casos, crianças podem completar até 10 meses de idade sem ter passado por qualquer corte de cabelo.

Em relação à repetição deste procedimento é relativo, afinal depende do tempo de crescimento dos fios de cada bebê. De acordo com o pediatra e neonatologista, Jorge Huberman explica que o motivo para o bebê nascer careca ou cabeludo tem tudo a ver com genética. “Isso acontece porque o resultado do sequenciamento genético de cada pessoa é influenciado pela combinação dos genes de dois pais e quatro avós. Tanto é que existe até bastante variação das características de nascimento entre irmãos” explica.

Quando os pais devem cortar o cabelo do bebê?

Saiba quando os pais devem tomar a decisão de cortar o cabelo do filho pela primeira vez
Saiba quando os pais devem tomar a decisão de cortar o cabelo do filho pela primeira vez (Foto: Freepik )

Bebês têm necessidades diferentes. Alguns demoram a ter uma grande quantidade de fios no couro cabeludo e outros desenvolvem mais rápido. Por conta disso, o primeiro corte de cabelo deles acontece de acordo com o desenvolvimento de cada um.

Contudo, existem alguns cuidados específicos a serem avaliados no momento de tomar essa decisão. É válido lembrar que para um bebê é necessário que o corte seja simples, não havendo necessidade de um modelo específico.

A ideia é que um nenê corte o cabelo apenas para evitar que os fios atrapalhem a visão da criança e também para evitar transtornos relacionados à falta de higiene.

Em um ambiente profissional, é recomendado que os pais levem a criança a um lugar de confiança e que pesquisem com cautela, pedindo referências às pessoas conhecidas, observando as experiências relatadas nas avaliações dos clientes na internet ou indo pessoalmente até o local para verificar a segurança, higiene e cuidado.

Existem também salões especializados em cortes infantis, podendo ser uma excelente opção. Esses lugares costumam criar espaços lúdicos e contam com profissionais especializados em criar uma boa experiência para a criança.

Também é preciso lembrar da necessidade de equipamentos especializados e seguros, afinal é necessário o uso de tesouras com pontas redondas, para evitar machucar a região da cabeça da criança. Além disso, também é recomendável que haja outra pessoa para auxiliar durante o corte.

No entanto, algumas crianças podem se assustar com a aproximação de outros adultos ou por estar em um ambiente diferente do que já estão acostumadas. Em razão disso, é aconselhável que os pais conversem antes com o filho e expliquem o que irá acontecer.

Além disso, também é possível esperar a criança crescer um pouco mais para fazer o primeiro corte de cabelo. No entanto, caso realmente haja necessidade, o procedimento pode ser realizado em casa.

Mas, para isso, é preciso estar atento aos cuidados especiais, garantindo que tudo seja feito com total segurança e conforto. Se ainda houver dúvidas, um pediatra pode ser consultado.

Cuidados para cortar o cabelo do bebê em casa

Para cortar o cabelo do bebê pela primeira vez, é necessário alguns cuidados especiais
Para cortar o cabelo do bebê pela primeira vez, é necessário alguns cuidados especiais (Foto: Freepik)

Inicialmente, verifique as pontas da tesoura que será usada para cortar o cabelo do bebê. Objetos afiados podem assustá-los ou há o risco de machucá-los.

Por esse motivo, evite também navalhas ou qualquer outro tipo de lâmina. Além disso, procure não utilizar maquininhas, pois o barulho pode deixar os bebês com medo e inquietos durante o corte.

Também escolha um momento em que o bebê esteja relaxado, seja após o banho ou depois de comer, para que ele não fique irritadiço. Dessa forma, acidentes poderão ser evitados, especialmente se a criança já tiver alguma mobilidade.

Chame alguém para ajudar, isso pode facilitar o trabalho. Seu filho se distrai e o momento fica mais prazeroso. O ajudante também poderá auxiliar certificando que o processo está sendo realizado da forma correta e segura.

Além disso, utilize uma toalha para colocar ao redor do pescoço do bebê, podendo evitar desconfortos como coceira ou sensação de pinicação pelo corpo dele. A toalha também ajuda a reter os fios que já foram cortados.

Depois, limpe bem o rosto da criança após o procedimento, para que os cabelos cortados não machuquem a pele ou os seus olhos.

Uma das dúvidas que incomodam os pais com frequência, é se a estrutura do cabelo dos bebês muda após o corte.Isso não acontece com nenhuma pessoa ao decorrer da vida. Então não há motivos para se preocupar.

A necessidade de cortar o cabelo das crianças, sem dúvida, será percebida pelos pais no decorrer do tempo e o primeiro corte será sempre muito especial.

Para marcar uma consulta com o pediatra e neonatologista Dr. Jorge Huberman, ligue para (11) 2384-9701.