Dr. Jorge Huberman

Como limpar o nariz do bebê?

Uma das situações mais comuns entre os recém-nascidos, é estar com o nariz entupido ou escorrendo. No entanto, essa situação gera desconforto, especialmente porque até os seis meses de vida, as crianças ainda respiram por ali. Portanto, separamos algumas dicas de como limpar o nariz do bebê de maneira cuidadosa.

É importante lembrar que a limpeza não pode ser limitada apenas a um lenço quando a secreção estiver saindo. Afinal, isso não garante que a higienização seja feita de maneira correta, podendo causar assaduras no rosto.

Por esse motivo, é recomendável sempre dar um banho morno ou quente, de forma que o vapor da água possa predominar o ambiente. Isso irá ajudar a eliminar a coriza do nariz do bebê.

Além disso, umidificar o local em que a criança está, também é muito importante. A prática pode ser realizada usando um balde com água para ser deixado no cômodo ou um aparelho que já seja próprio para isso. Climas e regiões mais secas colaboram com o aumento de secreções.

No entanto, é sempre válido lembrar de deixar esses objetos fora do alcance das crianças, especialmente àquelas que estão engatinhando ou que já aprenderam a andar. Tomar este cuidado poderá evitar acidentes.

Aplicar gotas de soro fisiológico nas narinas também auxilia a eliminar o muco do nariz de forma natural, permitindo que o bebê respire com mais facilidade. Uma solução nasal infantil também pode ser utilizada para ter o mesmo resultado.

De acordo com o pediatra e neonatologista, Jorge Huberman, a lavagem nasal varia bastante, mas em recém-nascidos é indicado usar entre 0,5 ml a 1 ml de soro fisiológico. “Conforme o bebê for crescendo, você pode aumentar a quantidade, de 3 ml a 5 ml. Lavagem nasal em bebê melhora a respiração, protege de vírus e proporciona melhores noites de sono”, explica.

O pediatra e neonatalogista, Dr.Jorge Huberman, em seu consultório, no Instituto Saúde Plena fala sobre limpar o nariz do bebê
O pediatra e neonatalogista, Dr.Jorge Huberman, em seu consultório, no Instituto Saúde Plena fala sobre limpar o nariz do bebê (Foto: Kesher Conteúdo/Divulgação)

Mas é sempre importante ter atenção no momento de limpar o nariz do bebê com este aparelho para não machucá-lo. Para saber se está realizando o procedimento da maneira correta, note que o líquido irá entrar por um lado e sair pelo outro.

Especialistas também recomendam a aspiração nasal, aparelho capaz de sugar toda a coriza para limpar o nariz do bebê de maneira rápida, principalmente se estiver muito entupido. A prática é ótima para prevenir infecções e doenças como otite e sinusite.

Antes de utilizar qualquer uma dessas opções, não deixe de consultar um pediatra para saber o que é melhor para a criança e qual quantidade é mais adequada para ser aplicada ao decorrer do dia.

É necessário limpar o nariz da criança para não entupir

Apesar de ser uma situação frequente, é comum surgir a dúvida dos motivos pelo qual o nariz do bebê entope e produz secreções com tanta facilidade.

A imunidade de um recém-nascido é muito mais vulnerável do que a de um adulto. Por isso, nesta idade, é muito mais suscetível pegar uma gripe ou resfriado. Quando isso acontecer, é comum que a criança apresente febre e lacrimação nos olhos.

Para evitar que o seu filho tenha problemas de saúde recorrentes, reforce a amamentação. O leite materno possui nutrientes capazes de trazer as vitaminas necessárias para o corpo da criança. Caso o bebê já tenha desmamado, é recomendável que beba sucos naturais, especialmente de laranja, pois fortalecerá o sistema imunológico.

Em outros casos, o nariz entupido, junto com espirros frequentes, podem ser sinais de rinite alérgica. De acordo com um artigo publicado na Biblioteca Nacional de Medicina, o Comitê de Padrões de Cuidados da Sociedade Britânica de Alergia e Imunologia Clínica, entre 10-15% das crianças possuem diagnóstico de rinite. Especialmente as que estão na fase pré-escolar (2-4 anos) e escolar (5-10 anos).

Tempo seco, mudanças bruscas de temperatura, poluição e excesso de poeira no ambiente, podem aumentar as chances do bebê desenvolver rinite alérgica.

Por isso, é sempre importante deixá-lo agasalhado e deixar o ambiente mais limpo possível. Já para aqueles que têm mais de sete meses de vida, dê sempre água para mantê-los hidratados.

Solução nasal infantil pode ser uma forma de limpar o nariz do bebê
Solução nasal infantil pode ser uma forma de limpar o nariz do bebê (Freepik)

Outro fator que favorece a congestão nasal, é o crescimento das adenóides, tecido linfático encontrado no fundo da garganta que auxilia na proteção contra microrganismos que quando aumentam, aumentam o risco de trazerem ainda mais desconforto na respiração do recém-nascido.

Nestes casos, é recomendável procurar um pediatra para saber o tratamento adequado que será utilizado em cada situação.

Principalmente se seu filho apresentar tosses e espirros constantes, falta de ar, febre ou qualquer outro sintoma que faça a criança perder a fome.

Não limpar o nariz do bebê pode trazer consequências à saúde

O congestionamento nasal não é considerado algo grave para a saúde da criança. Entretanto, esse problema não pode ser deixado de lado! O desconforto pode afetar tanto a alimentação, quanto a qualidade do sono.

A falta de descanso pode interferir tanto na atividade cerebral em desenvolvimento, como na falta de concentração, alteração na formação da memória e irritabilidade. Já quando não se come direito, devido ao esforço realizado para respirar, o sistema imunológico pode enfraquecer pela falta de nutrientes no corpo.

Então, se até os seis meses de vida, o bebê não consegue respirar pela boca, o nariz permanecer entupido significa uma maior dificuldade para trazer oxigênio ao corpo. E a falta dele pode gerar dores de cabeça e problemas pulmonares.

Contudo, a coriza, quando não expelida para fora do corpo, pode aumentar a possibilidade de desenvolver outras doenças respiratórias como pneumonia, bronquite, sinusite e até mesmo a contaminação da COVID-19.

Outras doenças podem aparecer se não limpar o nariz do bebê de maneira correta
Outras doenças podem aparecer se não limpar o nariz do bebê de maneira correta (Foto: Freepik)

No entanto, é importante ressaltar que não são apenas as crianças que sofrem com tudo isso, os pais também sofrem. Em situações assim, a preocupação é multiplicada e é necessário redobrar a atenção.

Cuidar da saúde do bebê desde o nascimento ajuda a fortalecer a imunidade, evitando com que doenças apareçam no decorrer da vida. Afinal, ninguém deseja ver o filho doente!

A alimentação saudável e a amamentação correta, são os principais caminhos a serem percorridos para diminuir a chance de desenvolver o congestionamento nasal e futuros problemas respiratórios.

Para marcar uma consulta com o pediatra e neonatologista Dr. Jorge Huberman, ligue para (11) 2384-9701

Blog Jorge Huberman