Dr. Jorge Huberman

  >  Novidades   >  Gravidez   >  Conheça os primeiros sinais e sintomas da gravidez!
Mesmo na primeira semana após a concepção, os sinais e sintomas da gravidez já podem aparecer

Conheça os primeiros sinais e sintomas da gravidez!

Mesmo na primeira semana após a concepção, os indícios da gravidez já podem aparecer. Por isso, conheça os primeiros sinais e sintomas da gravidez!

É claro que perceber essas manifestações depende de cada mulher, de cada caso, pois eles podem ser tão sutis que acabam passando batido.

Para não deixar que isso aconteça é tão importante conhecer o funcionamento do próprio organismo quanto saber quais são os eventos iniciais mais comuns da gravidez, e então,ficar mais atenta ao próprio corpo, a fim de identificar uma possível gravidez mais rápido.

Os sintomas de gravidez variam bastante, e é importante saber que, por mais que eles existam, a única maneira de confirmar isso é realizando exames certos no tempo adequado, algo essencial para dar início ao acompanhamento pré-natal o quanto antes!

Geralmente, os sintomas de gravidez ficam mais perceptíveis a partir da segunda ou terceira semana depois da concepção, mas isso varia de gestação para gestação. Inclusive, não sentir qualquer sintoma ou perceber qualquer sinal no começo da gravidez também é comum.

Os sintomas de gravidez podem surgir mesmo antes do atraso menstrual e tem a intensidade muito variável, de acordo com cada mulher, e até com cada gestação.

Para algumas, eles podem ser fortes e durar um longo período, mas, para outras, podem ser confundidos apenas com um simples mal-estar.

E vale lembrar! De acordo com o neonatologista, Jorge Huberman, o pediatra do bebê deve ser escolhido antes mesmo do bebê nascer, e o ideal é que a primeira consulta seja realizada no terceiro trimestre da gestação.

Alerta sobre os sintomas de gravidez; conheça os primeiros sinais e sintomas da gravidez!

Apesar de ser comum ter sintomas de gravidez, é importante saber que a gestação não é uma doença. Portanto, se não existirem restrições por parte do ginecologista, a gestante pode seguir uma vida saudável, como sempre!

Alguns desses sintomas podem ser angustiantes e incômodos, mas tudo tem limite. Caso eles sejam demais para suportar, um profissional pode prescrever medicamentos, indicações de alteração da rotina ou medidas terapêuticas para aliviar os sintomas de gravidez.

Tenha em mente que os sintomas de gravidez que fogem do comum merecem investigação e até tratamento em alguns casos, entre eles estão: febre, diarreia, palpitações, dores abdominais fortes ou sangramento.

Essa aqui é a lista de sinais e sintomas de gravidez mais frequentes. Confira:

Atraso menstrual:

Esse é um dos primeiros sintomas que o corpo dá à mulher grávida, e ele aparece cedo ou tarde, já que sangramentos são sinais de risco para uma gravidez. Isso ocorre porque o período menstrual cessa para permitir que o feto se desenvolva da maneira correta no útero.

Ele acontece porque o organismo aumenta a produção do hormônio hCG com o objetivo de impedir que os ovários liberem óvulos, as células de reprodução femininas, durante o período de gravidez. Geralmente esse sinal aparece até quatro semanas após a concepção.

Cansaço excessivo e fadiga:

Esse sintoma de gravidez é reflexo da “construção” da placenta no útero, que demanda muita energia que antes era utilizada para outras atividades do organismo e, consequentemente, acaba gerando um grande cansaço.

Alterações nas mamas:

Sejam mamas sensíveis ou simplesmente diferentes, durante a gravidez é comum que os seios passem por transformações. Eles se preparam para a amamentação e por isso acabam ficando maiores, mais pesados, sensíveis e doloridos.

Além disso, a cor das aréolas pode mudar também, ficando mais escuras, graças ao aumento do fluxo sanguíneo da região.

Outros sinais de gravidez

Enjoo matinal é um sintoma de gravidez fácil de ser detectado, pois isso muitas mulheres desconfiam mais facilmente da gravidez através desse sinal
Enjoo matinal é um sintoma de gravidez fácil de ser detectado, pois isso muitas mulheres desconfiam mais facilmente da gravidez através desse sinal. (Foto: Freepik)

Aversão a cheiros fortes:

Com o aumento da produção hormonal, os sentidos também acabam se aguçando. Portanto, as preferências doolfato e paladar também podem mudar.

Esse sintoma de gravidez, basicamente, deixa as mães mais sensíveis aos odores e sabores e podem até gerar desconfortos e enjoos, como a aversão a cheiros fortes de perfumes, gasolina, produtos de limpeza e até alimentos.

Variações de humor:

O hormônio estrogênio mexe diretamente com o sistema nervoso da mulher, desequilibrando os níveis dos neurotransmissores e fazendo com que os humores se intensifiquem ou variem facilmente. Geralmente, este sintoma de gravidez dura por toda a gestação.

Enjoo matinal ou vômitos:

Esse sintoma de gravidez é um dos mais famosos e é gerado, também, a partir de uma alteração hormonal.

Com o aumento do HCG no organismo, o comando que “autoriza” que nosso cérebro desempenhe enjoos fica frequente e por isso muitas mulheres acabam desconfiando da gravidez.

Cólica e inchaço abdominal:

Outros dos primeiros sintomas de gravidez são a cólica e o inchaço do abdômen, que normalmente aparecem na primeira e segunda semana.

Graças ao aumento do fluxo sanguíneo na região do útero, a barriga incha um pouco e pode gerar desconforto e até mesmo cólicas leves. Nessa fase, a perda de sangue é bastante comum, quando há um fluxo como o da menstruação, só que em menor quantidade.

Tonturas e dor de cabeça:

A tontura ocorre por conta da queda da redução de glicose, da pressão arterial ou da má alimentação, sendo comum nas primeiras cinco semanas de gravidez e geralmente associada aos enjoos.

Já a dor de cabeça, que também é um sintoma de gravidez comum, ocorre devido às alterações hormonais. Ela normalmente é bem persistente, mas fraca.

Aumento da vontade para urinar:

A progesterona é um hormônio que garante o desenvolvimento do bebê. Porém, quando ele passa a ser produzido, acabam relaxando os músculos da bexiga e, por isso, causa vontade mais frequente de urinar, sintoma muito comum durante a gravidez.

Espinhas e pele oleosa:

As alterações hormonais também podem causar mudanças na pele da mulher grávida. Este sintoma de gravidez normalmente aparece após o primeiro mês, com o aumento da oleosidade e até mesmo o surgimento de acne ou cravos.

Como descobrir se está grávida? Faça exames confiáveis!

Se você apresenta algum desses sinais associados, lembre-se de realizar os exames mais indicados para comprovar a gravidez
Se você apresenta algum desses sinais associados, lembre-se de realizar os exames mais indicados para comprovar a gravidez (Foto: Freepik)

Se você apresenta algum desses sinais associados, lembre-se de realizar os exames mais indicados para comprovar a gravidez e então marcar a consulta de pré-natal o quanto antes, para acompanhar a gestação.

Entre eles estão:

  • Beta HCG: exame de sangue capaz de detectar a gravidez logo no início e indicado após cerca de 5 dias de atraso menstrual;
  • Teste de farmácia: ele detecta a concentração de HCG na urina, e embora tenha uma sensibilidade menor, também é indicado;
  • Ultrassom obstétrico: além de auxiliar na detecção da gravidez o ultrassom ainda define se a gestação é ou não de risco, checa os sinais vitais do bebê e avalia as condições do útero e ovários.

Para marcar uma consulta com o pediatra e neonatologista Dr. Jorge Huberman, ligue para (11) 2384-9701.