Dr. Jorge Huberman

Como preparar a casa para a chegada do bebê

O nascimento de um filho é sempre um momento de muita emoção e ansiedade para a família! Os pais sempre pensam em todos os detalhes para que esse momento seja ainda mais perfeito. Por isso, elaboramos algumas dicas de como preparar a casa para a chegada do bebê.

Um ambiente agradável possui um papel essencial para o desenvolvimento do filho. Afinal, é no espaço físico que a criança irá conseguir estabelecer relações com o mundo. Um artigo divulgado pelo Simpósio Nacional da Educação afirma que em um mesmo espaço pode haver ambientes diferentes.

Afinal, “eles se definem com a relação que as pessoas constroem entre elas e o espaço organizado”. Ou seja, quando o local é preparado e adaptado de acordo com as necessidades do recém-nascido.

Em primeiro lugar, é importante planejar! Organize todas as ideias que tem em mente antes de colocá-las em prática, fazendo um checklist com todos os itens necessários. Não se desespere! Em nove meses, é possível buscar os melhores preços para preparar a casa para o nenê e deixar tudo como sempre sonhou.

Para isso, simuladores online são ótimos para montar a planta do quarto da criança. Essas plataformas possibilitam desenhar todo o ambiente desejado por meio de projetos 3D. Dessa forma, é possível ter uma noção melhor de como preparar a casa para a chegada do bebê. Chamar um arquiteto para te ajudar neste processo também é uma excelente opção.

Para o pediatra e neonatologista Jorge Huberman, é importante prezar pelo conforto e praticidade. “Certifique-se de que a casa está bem limpa, use protetores de tomadas, mantenha objetos perigosos longe das mãos do bebê e instale redes de proteção nas janelas”, indicou o especialista.

O pediatra e neonatalogista, Dr.Jorge Huberman, em seu consultório, no Instituto Saúde Plena fala sobre  a chegada do bebê
O pediatra e neonatalogista, Dr.Jorge Huberman, em seu consultório, no Instituto Saúde Plena fala sobre a chegada do bebê (Foto: Kesher Conteúdo/Divulgação)

Móveis práticos são ótimos para a chegada do bebê

Lembre-se de que é importante sempre prezar pelo conforto! Comprar muitas coisas que são pouco práticas, podem acabar comprometendo a segurança do seu filho, especialmente quando já estiver aprendendo a engatinhar.

Priorize, por exemplo, o uso de um berço mais alto, para não precisar se abaixar muito ao colocar o recém-nascido para dormir, após o parto. Além disso, uma cômoda que tenha espaço para trocar e limpar o bebê, pode ser uma ótima opção para facilitar o alcance de objetos necessários.

Os pais também podem escolher montar uma cama compartilhada, em que o berço fica ao lado dos pais durante a noite. Essa prática torna-se menos cansativa para a criança e para a mãe que precisa amamentar em alguns períodos da madrugada.

Outra dica é investir em poltronas específicas para amamentação feitas com uma estrutura de madeira que balança para frente e para trás. Com este movimento, a mãe consegue embalar o filho para deixá-lo confortável e estimular a produção de leite.

Para locomover a criança, também opte pelos carrinhos mais confortáveis. Sair de casa, muitas vezes, pode ser uma prática estressante para o bebê, especialmente se ainda for muito novo. Portanto, quanto mais a vontade estiver no aparelho, melhor será a sua experiência.

Além disso, procure banheiras que tenham um tripé ou suporte para ficarem a altura de quem estiver dando banho no recém-nascido, para não precisar se abaixar durante todo o processo.

Manter o ambiente limpo é uma forma de preparar a casa para a chegada do bebê
Manter o ambiente limpo é uma forma de preparar a casa para a chegada do bebê (Foto: Freepik)

Prepare a casa com segurança para receber o bebê

Apesar de ainda levar alguns meses até a criança começar a engatinhar, é importante providenciar protetores de tomadas quanto antes! É essencial garantir que o filho esteja completamente seguro desde muito novo.

Mas, cuidado! Invista em modelos simples e evite utilizar aqueles com desenhos coloridos. Isso poderá despertar a curiosidade da criança, aumentando, ainda mais, o risco de choque elétrico.

Também é necessário ter atenção às janelas, especialmente para os moradores de apartamentos e edifícios altos. Em casos assim, é essencial instalar redes de proteção para evitar acidentes. Afinal, as crianças são curiosas e cheias de energia, portanto se precaver desde cedo é o melhor caminho.

Não podemos deixar de colocar a lista de objetos perigosos que devem ser mantidos fora do alcance das crianças. Entre eles estão, produtos de limpeza, ferramentas, moedas, enfeites de vidro ou coisas pequenas que podem acabar sendo engolidas. Verifique também a faixa etária dos brinquedos, para evitar acidentes.

Bebês estão descobrindo a vida e costumam ser curiosos. Por isso, acabam colocando muitas coisas na boca. Por isso, é importante deixar os objetos citados em prateleiras altas ou em armários fechados, para dificultar o acesso do seu filho.

Uma dica importante é não colocar produtos de limpeza fora de suas embalagens originais, como garrafas pet ou qualquer outro recipiente que confunda os filhos. Isso pode levá-las a consumir o que tem dentro, por não saberem o que é.

De acordo com um artigo publicado pela Universidade de São Paulo (USP), houve um aumento de 112% de crianças que se acidentaram na cozinha em 2020. Os dados foram disponibilizados pelo Ministério da Saúde.

Contudo, é válido reforçar outros cuidados com a cozinha como o fogo, gás, facas e garfos. É importante lembrar que as crianças devem estar neste cômodo apenas sob supervisão de um adulto ou responsável.

Mantenha o ambiente limpo para a chegada do bebê

Móveis práticos são ótimas escolhas para preparar a casa para a chegada do bebê
Móveis práticos são ótimas escolhas para preparar a casa para a chegada do bebê (Foto: Freepik)

Os recém-nascidos possuem uma saúde muito mais vulnerável do que a dos adultos. Isso acontece porque o sistema imunológico ainda está no período de desenvolvimento. Por esse motivo, é necessário manter a casa limpa para a vinda do bebê.

Procure não ter objetos que acumulem poeira, estejam próximos à criança. Almofadas, cortinas, pelúcias e tapetes são um prato cheio para a proliferação de ácaros, portanto devem ser evitados ou permanecerem longe do contato com os pequenos. Lembre-se sempre de mantê-los limpos com frequência.

Invista em mosqueteiros para serem instalados no berço, especialmente em regiões onde há fácil acesso a pernilongos, especialmente o Aedes Aegypti que transmite vírus como Chikungunya e Zika. No entanto, também é necessário deixar o protetor sempre limpo.

Evite também tapetes peludos, pois são difíceis de limpar e acumulam muita poeira. Nesses casos, utilize os infantis emborrachados. Mas não se esqueça de fazer uma limpeza regular.

Caso tenha animais de estimação, é preciso também ter atenção aos cuidados com a higiene do pet. Os pelos poderão prejudicar a saúde da criança, especialmente as vias respiratórias. No entanto, cachorros e gatos, quando bem cuidados, poderão ser ótimos companheiros para o crescimento do filho!

Sabemos que a chegada do bebê é motivo de festa e comemoração! Mas é preciso tomar cuidado com a quantidade de pessoas em casa para a recepção, afinal o barulho poderá assustar o recém-nascido.

Também evite dar beijos na região do rosto da criança para não haver a proliferação de bactérias. Isso também inclui as mãos, já que os bebês costumam colocá-las na boca muitas vezes durante o dia.

Se mesmo com estes cuidados o filho apresentar alguma alergia respiratória ou qualquer outro problema de saúde, não deixe de consultar o pediatra de sua confiança.

Para marcar uma consulta com o pediatra e neonatologista Dr. Jorge Huberman, ligue para (11) 2384-9701.

Blog Jorge Huberman