Dr. Jorge Huberman

  >  adolescentes   >  Atividades físicas para adolescentes: comece já!
Atividades físicas para adolescentes: prática recomendada

Atividades físicas para adolescentes: comece já!

Estamos atualmente na era digital, bastante rápida e eficaz onde a mídia, para o bem ou para o mal, tem um papel de destaque em nosso cotidiano. Poucas vezes, no entanto, vemos a recomendação de alguma atividade física para adolescentes.

Dentro dessa ideia, a imagem corporal tem bastante importância, justamente por essa imensa influência que experimentamos dos meios de comunicação. Para os adolescentes que estão vendo seu corpo se transformar e, muitas vezes, estão se sentindo estranhos, o status imposto pelas propagandas, pela mídia, de uma forma geral, pode ser um problema.

Por causa das diversas mudanças do seu corpo, meninos e meninas passam a ter um pouco mais de vergonha e o medo de se sentir esquisito (a) se amplia. É nesta fase também que se tem uma percepção mais crítica com relação ao outro.

Observa-se uma necessidade em ser diferente e quebrar determinadas regras. Por isso, é necessário estar sempre à disposição para falar com os jovens, para podemos ajudar, e fazê-los sentir que não há nada de errado com sua aparência e que é fundamental se aceitar assim como são.

É aqui que entra a importância das atividades físicas nesta etapa da vida. Fazer exercícios físicos aumenta a autoestima e, com isso, o adolescente passa a conhecer o próprio corpo. Sem contar que os exercícios são essenciais para estimular hábitos saudáveis e os pais, os adultos, têm papel fundamental nisso.

Segundo estudos recentes, a obesidade atinge mais de 20% dos adolescentes brasileiros, e esse número aumenta de forma gradativa. Além do colesterol também já se apresentar em alguns casos elevado, assim como a glicemia.

Por isso que, quanto mais os pais incentivam os filhos a se exercitarem e a terem hábitos saudáveis, sem dúvida, será melhor para eles.

Os jovens podem começar, por exemplo, com 12 anos de idade. No entanto, muitos profissionais de educação física recomendam algum tipo de exercício físico até antes, já aos 11 anos.

Mas não é só isso. Praticar atividades físicas promovem o relacionamento social e a independência quando realizados em grupo. E, ao contrário do que se acreditava antigamente, não atrapalha o crescimento das crianças.

Além disso, melhora a postura, a disciplina, aumenta a resistência delas, além, claro, de ajudar na composição corporal, reduzindo o nível de gordura e, por consequência, seu peso. O hábito do exercício também tem como consequência o aumento da força, da agilidade, da flexibilidade, da resistência muscular e também melhora as condições cardiorrespiratórias.

Sem contar que, futuramente, um adolescente ativo tem menos chances de se tornar um adulto sedentário.

É importante ressaltar que é de fundamental importância deixar o próprio adolescente escolher qual atividade praticar. Definir uma ocupação que se identifique, que goste, é interessante para beneficiar a regularidade nos treinos, a dedicação e a satisfação com a prática escolhida.

Os benefícios dos esportes

A natação, por exemplo, é uma atividade bastante ampla. Os movimentos realizados nela, abrangem quase todos os músculos. Isto quer dizer que nadar simplesmente oferece um bom equilíbrio muscular.

Por exigir maior flexibilidade, a natação melhora a postura. E, como é um exercício que solicita bastante oxigênio, trabalhando a respiração o tempo todo, a atividade também melhora a capacidade do pulmão. Gastar bastante energia é primordial para os adolescentes.

Fora os benefícios físicos, fazer esportes oferece aos jovens a percepção de cooperação. São essas práticas que ajudarão no processo de estruturação dos meninos e das meninas.

Realizar esportes coletivos aperfeiçoa não só a coordenação motora, a agilidade e a capacidade cardiorrespiratória, como também educa os adolescentes a lidarem com frustrações, aumenta o respeito pelos colegas de equipe, e principalmente, ensinam a ter respeito com os adversários.

Musculação para adolescentes: pode?

Sem dúvida alguma, da maioria das atividades físicas recomendadas para adolescentes, fazer musculação é uma das mais controversas. Diversas pessoas imaginam que ela deveria ser praticada somente por adultos. Isso está errado!

Desde que sejam devidamente orientados, e de forma moderada, eles podem sim realizar exercícios com pesos e seus derivados. Tudo isso, pensando em seu bem-estar.

Ou seja, os jovens nesta fase podem sim realizar a musculação. Contudo, eles têm que ter certa maturidade corporal para isso. Outra questão importante é o tipo de treinamento.

Ao falarmos em musculação, pensamos em hipertrofia muscular, mas essa atividade não se baseia somente nisso. Para os adolescentes, o melhor é uma escala de treinamentos, que tem como objetivo, tanto a melhora postural como a do condicionamento físico geral.

Sobre lutas, atividades que abrangem disputa corporal, como artes marciais, por exemplo, além de melhorarem o condicionamento físico dos adolescentes, trabalham o respeito, a disciplina e também o comprometimento.

Na verdade, em resumo, várias atividades estão disponíveis para os adolescentes. Todas elas trazem seus benefícios. Os adolescentes podem experimentar alguma atividade em que se adaptam melhor, se identificam e aí é só começar. Sem dúvida alguma, praticar esportes só fará bem para eles. Consulte o seu pediatra: veja o que ele recomenda!